5 RAZÕES PARA CONHECER A TOSCANA NA PRIMAVERA.

Botticelli-primavera-1024x673

Alegoria della Primavera de Botticelli

A estação Alegoria della Primavera de Botticellidas flores é a época do ano onde a Toscana recebe muitos turistas, então vamos conhecer 5 razões para conhecer a Toscana na Primavera.

Quando começa a primavera, começa o desejo de sair e estar ao ar livre, para desfrutar das temperaturas amenas, os dias ficam mais longos e agradáveis.  Com a aproximação da Páscoa, a Toscana começa a acordar do inverno, com verdes dos campos e o perfume da vegetação. Primavera significa o início de uma nova vida: a temperatura fica mais quente, as flores estão por toda parte, os turistas de todo o mundo chegam aqui.

Exceto na Páscoa, na primavera não há muitas filas em museus. É porem, época de excursões de escolas de toda a Europa, portanto não se assuste ao ver muitos estudantes nas ruas.

capa quando viajar

Sendo ainda baixa temporada (março), os preços de hotel e transporte ainda estão baixos! Muitos bons motivos, então, para escolher viajar e visitar a Toscana.

 

Aqui vai então algumas razões para escolher a primavera como estação para visitar a Toscana:

1. O tempo é agradável

primavera

Na primavera o tempo começa a ser mais agradável, por isso, para muitos é época ideal para visitar a Toscana. Na verdade, em março e abril o tempo ainda é bem instável, podemos ter dias lindos com sol e outros com chuva ou vento bem frio, é uma época propensa a mudanças de temperatura muito rápidas.

Mas já na metade de abril a tendência é cada vez a temperatura ir aumentando esse afirmando. Essa temperatura agrave atrai vários turistas que não desejam viajar no frio, como o brasileiro.

piquenique_1

Os italianos ja, depois da Páscoa tem a tendência de passear nos domingos na beira da praia, não para se banhar, mas para esquentar-se ao sol.

É época dos primeiros piqueniques nos Parques e Jardins da região como Parco delle Cascine (Florença), Parco di San Rossore (Pisa) e outros.

Ainda indicado um passeio de cavalo nos parques e até a praia na Maremma, ou um passeio de carroça.

2. Fazer Banhos Termais:

terme di Saturnia

terme di Saturnia

Quando o inverno começa a nos abandonar é época de banhos termais, em março as cidades termais já ficam cheias de turistas para relaxar nos banhos de água quente, e entrar devagar no ritmo do verão.

Entre as regiões da Itália  a Toscana é sem dúvida a mais rica em áreas termais, alguns exemplos de lugares famosos são Montecatini Terme, Chianciano Terme e Saturnia. A Toscana é ainda o estado que possui o maior número de propriedades  termais da Itália, há 24 Resorts. As Termas da Toscana são de águas hiper termais que variam na temperatura de 25 ° C como em Montecatini Terme, a 54 ° C em San Filippo.

Terme di Petriolo

Terme di Petriolo

Hoje os spas modernos oferecem não apenas banhos, mas hidroterapia, vinoterapia, banhos de lama, tratamentos para doenças de pele e respiratórias, bem como serviços de bem-estar e cuidados com o corpo (massagens, sauna, banhos turcos), realizados em estruturas de grande beleza.

 

3. Fazer Trekking:

A primavera é sim época de atividades ao ar livre, principalmente aqueles que com o sol forte do verão muitas pessoas evitam. Um dos esportes mais procurados na primavera é sem dúvida o trekking. Apesar de por exemplo, março ainda estar frio, nos dias ensolarados é bastante agradável fazer algumas caminhadas.

P1030483

Trekking em Lumigiana

Na Toscana há tantas rotas de trekking, escolha a sua e passe o dia em meio a natureza e paisagens únicas! Desta forma lenta de viagem é perfeito para saborear os detalhes e nuances da região, que são muitas vezes perdida em um turismo de massa. Há roteiros para todos os tipos de trekkers: desde os picos das montanhas dos Apeninos, na Maremma Toscana ou na Costa dos Etruscos ao longo do mar, até os circuitos urbanos.

Um monte de caminhos são criados pela CAI (Clube Alpino Italiano) e você pode reconhecê-los a partir das listras vermelhas e brancas com um número de identificação.

E lembre-se: para sua segurança, é melhor ser equipado com mapas detalhados, para verificar a viabilidade da rota escolhida e as condições meteorológicas.

P1030486

Trekking em Lumigiana

Outra opção perfeita para caminhadas na Toscana é o Parque dos Alpes Apuanos (Alpi Apuani), com centenas de trilhas que cobrem várias comunidades de montanha como Garfagnana, Apuane, Lunigiana e a alta Via delle Apuane. Os itinerários mais clássicos que podem ser seguidos de forma independente ou com um dos guias do parque.

Um exemplo de circuito fascinante é o Anel do Renascimento (Anello del Rinascimento), nos arredores de Florença. Ele é ideal para caminhadas e mountain bike e cada seção do Anel tem uma ligação de transportes públicos com Florença, então você também pode optar por fazer somente uma parte e não os totais 187 kms. Nele é possível visitar mosteiros, castelos, e antigas hospedarias para acolher os peregrinos, igrejas e trechos de estradas romanas ou medievais. Aqui está um mapa.

4. Passear pelos Jardins:

Giardino delle Rose

Giardino delle Rose

Sendo a estação das flores, claro que este então acaba sendo o período ideal para visitar os parque e jardins da Toscana, para ver as flores em todo o seu esplendor.

Pra mim não ha um local que me lembre mais a primavera que o Giardino delle Rose e Giardino dell’Iris (Jardim do íris). Este é emblematico porque, primeiramente, é aberto 1 mês por ano (geralmente de 20 de abril a 20 de maio) somente na época em que os lírios estão florescendo. e porque o íris é a flor do brasão da cidade de Florença. O Jardim da Íris (Giardino dell’Iris) é um dos melhores segredos de Florença, digo segredo porque pouquissimo divulgado e até mesmo os locais pouco sabem.  O jardim fica escondidinho a direita do Piazzale Michelangelo, ha entrada gratuita.

Giardino dell'Iris

Giardino dell’Iris

Ja o Jardim das Rosas (Giardino delle Rose) em Florença é um lugar de extraordinária beleza. O jardim abriga uma coleção de rosas, limão, tillandsia e outras plantas, bem como um jardim de estilo japonês e várias esculturas em bronze do artista surrealista Jean-Michel Folon, além de ser um excelente local para lindas fotos.

5. Aproveitar os eventos:

Capodanno Pisano. Sbandieratori al Duomo a.(14)

Capodanno Pisano

Na primavera, em geral, é caracterizada pelas festivais dedicados à excelência local, mas também ha eventos ligados a história e tradição.

Em março temos a Festa del Capodanno Pisano e também do Capodanno Fiorentino. Desde o VII século, no dia 25 de março, apenas nove meses antes do Natal, a Igreja Católica celebra a Anunciação dada a Maria pelo Arcanjo Gabriel. O início ano no calendário pisano e fiorentino era no dia da Anunciação, que foi também é o início da primavera. Além das festas: Palio dei somari em Torrita di Siena, em Pitigliano acontece a Torciata di San Giuseppe, além disso, no dia 29 de março ocorre o Carnevale Medievale de San Casciano Val di Pesa.

Em Florença, na Páscoa acontece a Scoppio del Carro (estouro do carro), e em maio o Festival musical do Maggio Musicale. Já nas 60 dias depois da Páscoa, tem a procissão do Corpus Domini, e no dia 15 de maio, o Palio del Baluardo.

Em Junho acontece a Fiorita de Savonarola em Florença (dia 23), e em Pisa, o Giugno Pisano: vários eventos no mês de junho em Pisa, como Palio di San Raniere e a Luminara de Pisa, com a cidade iluminada por 100.000 velas!

Quanto as delícias gastronômicas,  em março acontece  em Volterra, o VolterraGusto, festa gastronômica local, que apresenta os produtos típicos locais  como o tartufo, o vinho e o queijo delle Balze Volterrana. Já em Cigoli, há uma Feira somente para descobrir o Tartufo Marzuolo.

Scoppio del Carro

Scoppio del Carro

O maior evento vinícola de Itália, na Toscana

O Cantine Aperte (Adegas Abertas) é um evento único em Itália e imperdível para os devotos de Baco. São centenas de produções, desde adegas familiares até aos projetos de design vinícola mais extravagantes, abertas ao público nos dias 30 e 31 de maio. Apesar de ser um evento nacional, a verdade é que com a presença de apaixonados por vinho, amadores e profissionais, vindos de todo o mundo especialmente para esta ocasião, o Cantine Aperte ganha um “tom” internacional. Sem grande surpresa, a Toscana é uma das principais participantes no evento, representada por 72 adegas espalhadas por oito províncias toscanas (Arezzo, Florença, Grosseto, Lucca, Pisa, Pistoia, Prato e Siena).

wine-cellar-tuscany

 

A escolha é muito vasta e é aconselhável traçar um plano de visitas, pois apesar de ser um evento gratuito, em alguns casos é necessário reservar lugar nas visitas. O lema do Cantine Aperte é “Bevi cosa Vedi”, que traduzido significa “veja o que bebe” e cristaliza perfeitamente o espírito do evento. Desde 1993 que o Cantine Aperte se dedica a promover a cultura vinícola, mostrando ao consumidor a origem do produto, desde que é pensado até à sua concretização, e por fim despejado num copo para ser saboreado.

cantine-aperte-2017-600x381

 

O Cantine Aperte na Toscana é uma experiência verdadeiramente inesquecível. Em Florença, é a oportunidade ideal para visitar as grandes adegas do Chianti como a Cantina Antinori (17km de Florença), um portento da arquitetura e design de vanguarda, e um lugar maravilhoso para degustar um copo de Chianti Classico. Ou então uma experiência mais rural nas Quintas Ruffino, onde o vinho Chianti é produzido pela mesma família desde 1877.

IMG_8168

 

Das adegas de Grosseto que participam no Cantine Aperte, destacam-se a Rocca di Frassinello (Gavorrano) e a Le Mortelle (Castiglione Della Pescaia), duas casas famosas pelo design inovador mas também pela abordagem aos vinhos de excelência. A primeira é famosa pelo vinho homónimo e pela extravagância da cave principal, que tanto guarda barricas como acolhe concertos de música clássica; a segunda, situada junto à costa, entre os mares da Ligúria e Tirreno, produz alguns dos melhores Cabernet Sauvignon e Vermentinos do país. Já Siena é a província onde mais adegas abrem as suas portas, um total de 37 nas quais se pode provar os maravilhosos néctares da uva Sangiovese e dos vinhos Brunello. Todas as adegas prometem uma experiência única, num fim de semana completamente dedicado ao vinho e aos lugares onde se “magicam” alguns dos melhores vinhos do mundo!

fonte:https:passeiosnatoscana.com

Deixe uma resposta

Nota: Os comentários neste website refletem as opiniões de seus autores e não necessariamente a opinião dos editores do Temporadas.Net. Pedimos que não use de insultos, palavrões e expressões vulgares. Reservamo-no o direito de excluir qualquer comentário sem prévio aviso.

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*