Dicas para sobreviver à uma viagem para Itália

italia-bandeira-real

Neste manual de sobrevivência na Itália estão algumas dicas práticas para facilitar sua vida e tornar sua viagem para a Itália mais tranquila.

VÔOS DO BRASIL
As companhias aéreas com voos regulares para a Itália são:

– a Alitalia, com voos de São Paulo ou Rio de Janeiro para Roma e
TAM, com voos diários de São Paulo para Milão.

Muitas outras companhias aéreas voam para estes e outros aeroportos da Itália, mas fazem conexão em outros países.

PASSAPORTE E VISTO
Os brasileiros que forem ficar na Itália por até 90 dias são isentos de visto, porém, ao entrar no país, é necessário obedecer a algumas regrinhas:

– apresentar um passaporte com prazo de validade de no mínimo 6 meses. Assim, se sua data de embarque é dia 01/06/2014, o seu passaporte precisa ser válido até dia 01/12/2014. Se isto não ocorrer, providencie a renovação de seu passaporte.

Podem pedir também que você apresente:

– a reserva da passagem de volta com prazo não superior a 90 dias;

– um Seguro Saúde Internacional com cobertura mínima de  30.000 Euros;

vouchers da reserva dos hotéis ou carta convite do cidadão italiano que convida (modelo da carta convite neste link);

– comprovação econômica. Isto quer dizer que podem te pedir que demonstre que está levando a quantidade de Euros necessária para se sustentar no país durante sua permanência, conforme a tabela a seguir:

Capturar

Se você não for ficar em hotel assim que chegar, é necessário registra-se em uma QUESTURA,  delegacia que te dará o Permesso di Soggiorno, um tipo de visto de permanência. Para quem fica em hotel, o registro é automático.

Para permanências mais longas ou por motivo que não seja o Turismo, consulte a tabela disponível neste link para confirmar a necessidade ou não do visto.

VIAJANDO COM CRIANÇAS
Menor de idade viajando com apenas um dos pais precisa apresentar Autorização de Viagem Internacional. Neste link você encontra o modelo de formulário proposto pela Polícia Federal.

O formulário deve ser assinado pelo responsável que ficará no Brasil e sua firma precisa ser reconhecida em Cartório. Basta uma cópia, mas por segurança, recomendo que faça duas vias e fique com uma durante a viagem.

DEVOLUÇÃO DE IMPOSTO / REEMBOLSO IVA
Turistas residentes fora da União Europeia podem requere o reembolso do Imposto sobre o Valor Agregado (IVA) que incide sobre a mercadoria e varia entre 12% e 35%. Porém, para ter direito a este reembolso a compra deve superar o valor de 154,94 Euros na mesma loja.

O processo é bem fácil, siga este passo a passo e chegue bem antes ao aeroporto:

1 – Na loja que você comprou, apresente seu passaporte. Será entregue a você um envelope da Global Blue (empresa que administra o reembolso do imposto), onde você deverá colocar a fatura de compra e o formulário preenchido;

2 – No aeroporto, antes do check in, apresente-se no guichê da Alfândega com o envelope, as faturas e o passaporte. Eles podem querer verificar suas compras, por isso, sugiro que mantenha-as separadas na mala.

3 – Obtido o carimbo da alfândega, dirija-se aos guichês de reembolso se você quiser ser ressarcido imediatamente na moeda do país ou coloque os envelopes na caixa do correio para ressarcimento através do cartão de crédito.

Atenção! O reembolso somente é válido para bens que você está levando para fora do país, não é aplicável para gastos em restaurantes, hotéis, etc.

DINHEIRO
A moeda italiana é o Euro. A forma mais segura de levar dinheiro é através de um cartão de débito pré-pago, como o Visa Travel Money ou o Global Travel da American Express, que pode ser adquirido em casas de câmbio ou no seu banco.

A grande desvantagem é que o governo aumentou para 6,38% o IOF incidente sobre o carregamento de cartões de débito com moeda estrangeira. Sendo assim, a economia é grande quando se compra moeda estrangeira em espécie, cuja alíquota é de 0,38% sobre a operação.

Minha dica é: leve uma boa quantidade em espécie para evitar pagar, além do IOF, a taxa de saque no exterior.  E leve seu cartão de débito, não dá para ir sem!

Os cartões de crédito internacionais são aceitos na maioria dos estabelecimentos comerciais.

O pagamento da gorjeta não é obrigatório, mas costuma-se dar 10% caso o cliente eteja satisfeito com o serviço que recebeu.

LOCOMOÇÃO
Para alugar um carro na Itália a maioria das locadoras de veículos exigem a CNH brasileira. Não adianta apresentar a CNH internacional sozinha, pois ela não é válida. Entretanto, sugiro que informe-se diretamente com a locadora que alugou o carro sobre quais os documentos necessários. Muitas locadora podem exigir a permissão internacional para dirigir.

Fique atento para as zonas de tráfego limitado presentes na maioria das cidades italianas (ZTL), entrar onde o tráfego é proibido te causará uma multa bem salgada…

Se preferir viajar de trem, a Itália possui uma excelente malha ferroviária, com trens de alta velocidade, pode-se comprar o bilhete diretamente nos guichês das estações ou através do site da Trenitalia e Italo .

CLIMA
Do norte para o sul as diferenças climáticas são enormes.
No Norte os invernos são rigorosos e o verão é quente e úmido.
Na região central do país predomina o clima temperado, possui invernos menos rigorosos e mais curtos e verões mais quentes e longos.
No Sul e nas ilhas o inverno nunca é rigoroso e a primavera e o outono são parecidos com o verão, quente e abafado.
Guie-se pelo site www.meteo.it para conferir a previsão da cidade que irá visitar.

FUSO HORÁRIO
A Itália está a +4 horas do horário de Brasília.
De março a outubro esta diferença aumenta para 5 horas devido ao horário de verão italiano.
De outubro a fevereiro a diferença é de 3 horas devido ao horário de verão brasileiro.

APARELHOS ELÉTRICOS
A rede elétrica da Itália é de 220 volts, com tomadas de dois pinos arredondados (padrão europeu). A maioria dos hotéis possuem adaptadores universais.

ÁGUA
A água da Itália é potável; pode-se tranquilamente toma-la da torneira ou das inúmeras fontes espalhadas pela cidade.

TELEFONIA E INTERNET
De orelhão, telefone fixo ou celular você pode ligar para o Brasil utilizando o serviço BrasilDireto da Embratel e os custos da ligação serão debitados na conta do seu telefone fixo.
Clique neste link para imprimir o guia de bolso com os telefones de acesso ao serviço.

Se preferir usar seu celular, pode ir a uma loja de telefonia (Vodafone, TIM, Wind), comprar um chip pré-pago (Carta SIM ricaricabile) por 10 Euros e carrega-la de acordo com sua necessidade.

LÍNGUA
A língua oficial é o italiano, falado por toda a população e presente em todos os meios de comunicação. Entretanto, você irá encontrar muitas variações de pronúncia e muitos dialetos pelo caminho.  Procure aprender um pouco da língua e use o inglês quando necessário.

TASSA DI SOGGIORNO
É um imposto municipal que a prefeitura de cada cidade italiana cobra dos turistas. O valor desta taxa varia de cidade para cidade e deve ser paga em dinheiro no momento do seu check out do hotel.

NÚMEROS DE EMERGÊNCIA
113 – Polícia Civil
112 – Polícia Militar
115 – Bombeiros
118 – Ambulância
803.116 – Emergência na estrada

Fonte: italiana.blog.br

Deixe uma resposta

Nota: Os comentários neste website refletem as opiniões de seus autores e não necessariamente a opinião dos editores do Temporadas.Net. Pedimos que não use de insultos, palavrões e expressões vulgares. Reservamo-no o direito de excluir qualquer comentário sem prévio aviso.

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*