Il Palio di Siena: a corrida histórica

Palio di Siena Corrida Histórica

O Palio de Siena (ou Il Palio di Siena em italiano) é o evento mais importante na cidade de Siena na Itália, acontecendo 02 de julho e 16 de agosto de cada ano.

No Palio, os vários distritos de Siena se desafiam em uma corrida de cavalos no coração da cidade: a Piazza Del Campo, a principal praça da cidade.

Originalmente, havia cerca de cinquenta e nove distritos; agora apenas dezessete permanecem, dez dos quais participam no concurso histórico e na corrida em cada Palio.

Cada distrito tem o seu próprio e único emblema e suas cores representam uma área da cidade. Quando se caminha pelas ruas de Siena é fácil saber em que distrito você está somente observando as bandeiras e emblemas pendurados ao longo da rua. Muito parecido com sinais de rua, esquinas costumam ter emblemas em tecido para indicar a entrada em um distrito vizinho.

emblemas Contrada em Siena

A corrida de cavalos Palio tem suas origens no passado distante, com registros históricos indicando corridas de cavalos em Siena datando desde o século VI .

O Palio é muito mais que um simples evento turístico. Para quem nasce em Siena, esse evento é uma grande parte de suas vidas. Cada pessoa pertence a um distrito e participa todo ano da organização do Palio. Eles vivem o Palio com grande paixão e quando você vê eles no dia do evento, é facilmente perceptível sua empolgação e felicidade com esse evento histórico.

O evento

O Palio é um  evento complexo, mas muito lindo que ganhou várias regras diferentes ao decorrer dos séculos. Abaixo é listado algumas das principais regras e tradições do Palio, que deve ser útil para entender melhor o evento.

A corrida de cavalos Palio tem lugar duas vezes por ano, um no dia 2 de julho ( Palio de Provenzano , em honra à Madonna de Provenzano) e em 16 de agosto (Palio da Assunção , em honra da Assunção da Virgem Maria).

Durante esta ocasião especial, a praça principal de Siena, a Piazza del Campo , é preparada para a corrida colocando-se tufos de argila no anel ao redor da praça.

Dez dos dezessete distritos participam em cada corrida: sete são aqueles que não participaram na corrida anterior, enquanto os outros três são escolhidos por lotes.

O Palio acontece durante quatro dias, sendo que a corrida acontece no último dia. O primeiro dia é para o ” Tratta “, ou a escolha dos lotes e atribuição dos cavalos a cada um dos distritos. Cada um dos distritos podem escolher seu jóquei antes do evento começar, mas é somente no primeiro dia do Palio que eles poderão escolher quais cavalos irão para corrida.

Antes da corrida oficial, há 6 corridas de teste, pela parte da manhã e tarde. A quinta corrida, a que acontece um dia antes da corrida oficial é chamada de “prova generale” ou ensaio geral e a última corrida, que se realiza na manhã do dia da corrida principal, é chamado de “provaccia ” ou mau ensaio já que os jóqueis evitam forçar muitos os cavalos para evitar que eles fiquem muito cansados para a corrida principal. Os jóqueis sempre montam seus cavalos sem sela.

O prêmio do Palio é chamado de “Drappellone ” ou grande cortina,  que é uma grande tela pintada a cada ano projetado e criado por um artista diferente e que os distritos vencedores exibem em seu próprio museu.

O dia do Palio

No dia da corrida principal, a cidade fica em alerta total! Todo o dia é dedicado ao evento.

Por volta de 08:00h, na capela ao lado do Palazzo Comunale, o Bispo celebra a “Messa del fantino” ou a missa para os jóqueis. Logo após a missa, o último ensaio acontece na Piazza del Campo, o chamado “provaccia”.

Às 10h30h, dentro do Palazzo Comunale e na presença do prefeito, o “segnatura dei fantini” ocorre. O nome dos jóqueis são confirmados e não podem ser substituídos a partir desse ponto.

Por volta das três horas cada distrito realiza uma cerimonia de benção do seu cavalo e depois participa do grande desfile em trajes históricos, com mais de 600 participantes, que atravessam a cidade toda. O desfile chega a cerca de 5 horas, na Piazza del Campo, e termina mais ou menos às 6:30 ou 7 da noite. Pouco depois, a explosão de fogos de artifício sinaliza a entrada dos cavalos na praça. Ao entrar, cada Jóquei recebe um chicote feito de nervo de boi, que eles podem usar para estimular o seu cavalo ou para irritar os outros adversários na corrida.

A corrida

A corrida começa no “Mossa“, uma área criada na praça delimitada por dois longos pedaços de corda grossa. O “Mossiere“, em seguida, chama os distritos na ordem em que eles foram escolhidos e verifica que as posições atribuídas sejam respeitadas. Os primeiros 9 distritos assumirão seus lugares atribuídos na área entre as duas cordas, enquanto o último, o décimo, entra nesta área a galope em execução sinalizando, assim, o início da corrida. Isso só acontece quando este último distrito decide fazer a tentativa de começar a corrida.

Se o início não é considerado válido (se os jóqueis não estão em seus devidos lugares), um disparo é feito para sinalizar aos jóqueis para voltarem para seus lugares. Esta fase inicial dentro do “Mossa” é mais complicado do que parece, já que o espaço é pequeno e os cavalos estão bem próximos uns dos outros. A rivalidade é muito profunda entre os distritos e a concorrência é alta. O pior resultado é ver o distrito “inimigo” ganhar a corrida. A espera para o início da corrida pode, assim, ser extremamente longo e durar até o final da noite.

Se tudo correr bem o início da corrida pode começar a qualquer momento. Os cavalos devem correr três voltas ao redor do Campo, superando pontos perigosos, como a estreitíssima curva de San Martino , onde as colisões entre o muro e entre cavalos levaram a muitas quedas no passado (a principal razão pela qual muitos ativistas se opõem ao Palio) .

O primeiro cavalo que cruza a linha de chegada, mesmo se ele chegar sem seu jóquei, ganha a corrida. O distrito vencedor recebe o Drappellone e como os membros do distrito vão para a Igreja de Provenza (após a corrida de Julho) ou para o Duomo (após a corrida de agosto) para o “Te Deum” ou oração de agradecimento.

Nossas sugestões e dicas

O Palio representa sem dúvida uma oportunidade única de viver o calor e a paixão da cidade de Siena. Se você tem a oportunidade de participar, não deixe passar esta oportunidade de experimentar uma celebração tão apaixonada e especial.

É possível assistir a corrida de graça a partir do centro da Piazza del Campo. Sugerimos que você chegue pelo menos por volta das 16:30h se você quiser tentar encontrar espaço suficiente para entrar na praça (ao menos que você queira uma localização privilegiada ao longo do lado da pista de corrida, essas lugares são tomados pela parte da manhã, particularmente aqueles perto do Mossa e a Fonte Gaia). As bebidas são vendidas no interior da praça, mas não há sanitários públicos . Recomendamos tomar suas próprias garrafas de água e bebidas e, pelo menos, um boné ou chapéu para proteger-se do sol e do calor. Dada a grande quantidade de pessoas que ficam na praça e do calor, é altamente aconselhado não levar crianças pequenas para a praça para participar do evento.

Ficou interessado em assistir a corrida de pertinho? A Mil Lugares pode te levar até Siena em nosso tour História do Império Romano. Uma das paradas desse tour é exatamente a cidade de Siena para assistir a esse evento histórico. Venha viajar com a Mil Lugares!

Deixe uma resposta

Nota: Os comentários neste website refletem as opiniões de seus autores e não necessariamente a opinião dos editores do Temporadas.Net. Pedimos que não use de insultos, palavrões e expressões vulgares. Reservamo-no o direito de excluir qualquer comentário sem prévio aviso.

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*