Villa Giulia em Roma, mansão com toques de Michelangelo dedicada aos etruscos

villa-giulia (1)

Roma possui museus para todos os gostos e além de seus acervos extraordinários muitos deles reservam surpresas antes mesmo que você supere o seu ingresso.

Museu Nacional Etrusco, Roma

Museu Nacional Etrusco ou Villa Giulia é um deles. Na verdade, o edifício que desde 1889 é a sede de um dos maiores espaços expositivos dedicados à arte etrusca é uma mansão. Não uma qualquer. Se trata de uma “villa” construída em 1550 com um objetivo bem preciso.

Villa Giulia em Roma, Itália

Naquela época o pontífice era Júlio III e a construção serviria como uma casa de veraneio para o Papa. Em seu jardim foram plantadas quase 40 mil árvores e posicionada uma grande coleção de estátuas. O cenário perfeito para um descanso.

Museu Nacional Etrusco, Roma

‘Villa Giulia foi projetado por Jacopo da Vignola e Bartolomeo Ammannati com o auxílio de ninguém menos que Michelangelo e Giorgio Vasari e a sua finalidade inicial acabou cedendo espaço aos hóspedes do Vaticano. A Rainha Cristina da Suécia foi um dos personagens que se hospedou lá.

Villa Giulia, Roma

O edifício foi restaurado em 1769 e após a unificação da Itália passou a ser uma propriedade do estado até transformar-se em museu. Villa Giulia é um espaço belíssimo que abriga um rico acervo de antiguidades etruscas. A suntuosidade no interior e no exterior da “villa” é tanta que ela chegou a ser considerado a oitava maravilha do mundo.

etruscos, Villa Giulia, Roma

Quando falamos de etruscos, é importante saber que se trata de uma civilização pré-romana que ocupou a Pensínsula Itálica por volta de 1200 a 700 a.C. Eles estabilizaram-se principalmente os territórios que hoje correspondem às regiões Toscana, Umbria e Lácio. Um dos principais vestígios dos etruscos são as necrópoles presentes nessas áreas.

museus de Roma, Itália

Para a civilização etrusca, o culto da morte era importante e por isso realizavam ritos fúnebres complexos. No Museu Nacional Etrusco você encontrará um famoso sarcófago do século 6 a.C. Ele será facilmente reconhecido porque representa um casal em um banquete na vida após a morte.

Museu Nacional Etrusco, Roma, Itália

O talento dos artistas etruscos também pode ser conferido em outros objetos como o Cofre Ficoroni, criado para guardar enxoval de casamento e acessórios de beleza, como espelhos. Inúmeros também são os exemplos de vasos realizados pelos faliscanos, uma tribo itálica sob influência etrusca. Os objetos de cerâmica eram pintados com desenhos complexos eram utilizados para armazenar produtos como o vinho ou azeite ou trigo, plantios que aprenderam com os gregos.

Museu Nacional Etrusco, Roma, Itália

Além da cerâmica e do bronze, os etruscos também trabalhavam com o ferro, produziam barcos e cordas para navios. Quando pensamos em uma civilização avançada é fácil lembrar dos romanos, mas vale a pena sublinhar que na época da fundação de Roma os etruscos eram um povo refinado e cheia de talentos. Tinham um alfabeto próprio e transmitiram muitos conhecimentos aos romanos.

Museu Nacional Etrusco, Roma, Itália

Museu Nazionale Etrusco di Villa Giulia: Piazzale di Villa Giulia, 9. Aberto de terça a domingo das 8h30 às 19h30. Ingresso 8 euros. Grátis no primeiro domingo do mês. Para chegar lá, pegue o trem elétrico número 19.
fonte: www.post-italy.com

Deixe uma resposta

Nota: Os comentários neste website refletem as opiniões de seus autores e não necessariamente a opinião dos editores do Temporadas.Net. Pedimos que não use de insultos, palavrões e expressões vulgares. Reservamo-no o direito de excluir qualquer comentário sem prévio aviso.

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*